Miss Brasil Transex 2018

Na noite de 29 de Setembro de 2018, foi realizado no teatro Sérgio Cardoso nesta capital a 24ª realizada pela atriz, cantora e apresentadora transexual Rosana Star, autora do projeto, este ano em parceria com o Casarão Brasil – Associação LGBT.

O Concurso ao longo dos anos vem transformando a vida das pessoas, rompendo preconceitos, dando visibilidade, abrindo caminhos para a profissionalização e inserção das transexuais no mercado de trabalho.

Na tenda da ONG que montamos na Feira, havia uma exposição com diversas fotografias de Idosos LGBTS e frases “COMO VOCÊ ESTARÁ DAQUI A 30 ANOS?” e “LGBT ENVELHECE?”, as pessoas que entravam na tenda se surpreendiam com os questionamentos e assim entendiam a importância da Eternamente Sou nesse cenário.

Tal cenário, onde presenciamos tanto os jovens se admirando com nossa intervenção (um aplicativo que através de uma fotografia envelhecia as pessoas até a idade de 60 anos), a maioria afirmava que nunca parou para pensar na Velhice, algo que é muito comum para a maioria dos jovens. E também alguns idosos que confirmavam sua dificuldade atual como LGBTS e relataram como de alguma forma sofrem no seu dia a dia atos de violência, solidão e preconceito.

Muitas pessoas foram impactadas durante às 12h de Feira Cultural LGBT, o presidente da ONG Rogério Pedro e o Vice-Presidente Saulo Corcovado estiveram presentes durante o evento e tiveram a oportunidade de conversar com diversas pessoas que queriam conhecer mais sobre a causa e tomaram a consciência de que é possível sim, ter uma velhice digna e ativa!

‘’ - Ser reconhecido por este trabalho em prol das minorias LGBTI60+ é uma forma de dizer muito obrigado por todos aqueles que me antecederam e que por muitos, tiveram até suas vidas ceifadas para simplesmente, serem e viverem da forma como queiram por meio de espaços conquistados ao que temos hoje” (Rogério Pedro – Presidente EternamenteSOU)
Rogério Pedro
Presidente

Teatro Lotado, personalidades, imprensa e pessoas engajadas com a causa Trans, se fizeram presentes e foram homenageadas pelos organizadores como pessoas importantes e engajadas na luta contra o preconceito e visibilidade dessas minorias, dentre elas a ONG EternamenteSOU, representada pelo então Presidente Rogério Pedro que se destacou ao longo do ano por dar visibilidade para os idosos LGBT´s da cidade de São Paulo.

A Coroa então foi passada pela Miss Brasil Transex 2017 Miss Desiree Oliveira –RS para a Miss Brasil Transex 2018 Gabriella Bueno –SP.

Categorias: Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *